terça-feira, 19 de junho de 2007

Sentimento Derramado

De uma noite és o luar

De uma flor um canteiro

De um rio és o mar

És a beleza por inteiro.


De um olhar a paixão

De um beijo o amor

De um reencontro o perdão

És das emoções um louvor.


De um riso és a alegria

De um abraço o afecto

De um sorriso a empatia

És jovialidade em concreto.


De um verso um poema

De um meneio uma dança

De uma nota és um tema

És a chama que m´alcança.


De um suspiro o desejo

De um gemido o prazer

De um pássaro o adejo

És princesa de meu querer.


De uma brisa és a sageza

De um vento a liberdade

De um fado a tristeza

És a muita saudade…


Oh doce menina

A que uno minha mão

Se fosse pequenina

Esta minha paixão

Não pareceria pequeno

Meu enorme coração.


João Vasco

3 comentários: