quinta-feira, 3 de abril de 2008

O único lugar


Foto de Margarete da Silva

Que fazes em meu coração?

Cócegas, sorrisos e tropeções

Casa na margem de meu rio

Toque sedoso de cálida mão

Comboio erróneo de estações

Suspiro enovelado de atavio

Beijo oferecido a receber

Mar de lábios a chover.

Que fazes em meu coração?

Barcos de papel a navegar

Cartas de amor em aluvião

Castelo de paredes de teu olhar

Clepsidra de lágrimas tuas

Tantos sóis e tantas luas,

Meu caminho é feito a vidrar

Na certeza desse já ser meu lugar.

Que fazes em meu coração?

És vida, és cor, és candura

És sangue que fervilha e depura

És meu tecto e és meu chão,

Em meu bolso teu sorriso

Em minhas mãos teu olhar

Em meus sonhos teus lábios

Águas para me afogar.

Que fazes em meu coração?


João Vasco

3 comentários:

Margarete da Silva disse...

O poema tirou-me as palavras, adorei a minha foto trabalhada por ti ...

Beijo em ti*

tb disse...

nada melhor para inspiração que as musas do mar...
belo poema e imagem!
jinhos

Irene disse...

o que interessa é que é um coração habitado...