terça-feira, 25 de março de 2008


Se eu pudesse…ai, se eu pudesse…apenas poder, se assim me faço entender. Porque não é assim tão simples poder-se poder. Só isso, poder. Se eu puder…é um poder poder. Só pensar em poder já é poder. Não tudo, mas um pouco que brota. E por sorvos lentos se vai fazendo a forma de se poder. Tudo lá vai por uma chama, uma faísca, uma centelha, um nada…Mas para isso há que poder. Sem se poder, não se começa. Ai, se eu pudesse poder não haveria tempo para amanhã. Se eu pudesse…até lá não posso mais que esperar. Esperar pelo que não sei, pelo que não posso, pelo que não há…e se eu pudesse?

5 comentários:

(Un)Hapiness disse...

Poder ou poder
é uma bela reflexão....:)

Margarete da Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlos disse...

uma reflexão.....
também eu já nela «cruzei»...


gostei do que li, por aqui

voltarei

Lais disse...

Tenho um vicio q é coisa fora do comum com esse blog ...
nunca comentei ainda não sei por ql motivo ...

mais tenho muito admiração, e me identificico muito com o que João Vasco escrevi ...
espero poder alimentar meu vicio por muito tempo ainda...

Bjuu!!!

lamia disse...

Querer é, muitas vezes, poder.
A vontade férrea move montanhas.
Se a encontrares dentro de ti, consegues tudo.